segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Voce della verità














Cala-te oh Sir Lancelote
Que de brado herói já não és mais,
Tonou-se um alcoólatra da podridão.
O que mais te importa é o dinheiro,
E as damas a quem corteja pertence a vários senhores.
O frio de tua espada serve apenas para a ferrugem se criar,
E o brasão em teu peito lê-se claramente: ‘Cavalheiro dos Porcos’.
O reino desmorona-se lentamente frente aos nossos olhos, e Sir Lancelote bebe mais um grande gole de vinho.
Servos e servas perecem a margem do esquecimento, e o poderoso Arthur que não merece o título de ‘Rei dos Justos’ nega o poder que foi-lhe dado.
Permanece em seu trono a observar o mau governo que submeteu seus súditos.
Um brinde a hipocrisia!
Um belo gole de qualquer bebida e vamos rir uns das caras dos outros!
Tim-Tim!

Um comentário:

The dream comes true! disse...

uhauhahuahauhhua.....
O cú do pato molhado foi perfeito.
Muito bom!!
Beijos