quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Problemas que não calculo

Então, e se um dia você discordasse do que te acontece.
Se fugisse dos padrões do dia a dia e começasse a realmente viver,
Se fazer ou deixar de fazer não fossem mais importantes.
Será que você seria feliz?
Será que isso seria certo?
Será que iriam te aceitar?
E se você continuasse a obedecer tudo a sua volta,
Ser tachado, rotulado, reformado e fabricado por uma idéia de ilusão.
Você gostaria de tudo isso mesmo assim, ou discordaria?
Podemos discordar?
Podemos ficar calados?
E se tudo o que acontece em seu pseudo dia a dia não é apenas um sonho que não teve fim, um coma no qual você está a lembrar de seu passado e tudo o que fez e aconteceu, quando você terá a certeza de alguma coisa?
Talvez um dia eu chore pelo que deixei de fazer,
Talvez eu me alegre por ter feito, ou talvez eu não sinta nada,
E tudo não se passa se uma simples imaginação ou embriaguez.

4 comentários:

Mes meilleurs souvenirs disse...

No meu dia a dia
procruro
palavras para descrever como sinto,mas nunca acho.
Tuas palavras definem com exatidão o que eu relamente gostaria de escrever.

Bjs

TELA*** disse...

Suas dúvidas. Minhas dúvidas. As dela e dele também.. elas ficarão para a posteridade, talvez sejam tudo que deixaremos no futuro aos vindouros.

Até, mancebos.

The dream comes true! disse...

imaginação,sim.
mas ainda estou na embriaguez.

The dream comes true! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.