domingo, 25 de julho de 2010

Singeleza


Consciência dos problemas sociais jamais deu a ninguém, o talento.
O talento está primeiro.
E só por ele os problemas se tornam visíveis.
Essa virtude só vem com aquela parte que constitui o segredo inviolável do sujeito: o dom.
O dom se manifesta na perfeita sobriedade, na total ausência de “literatura”.
Não se expressa em vaidade
Ele só obteve aprendizado consigo próprio.
É uma maneira Socrática de pensar, mas pode ser possível.
Pode ser verdade.
A pessoa pode corromper seu dom:
Faz isso o tempo todo, ao permitir que o mundo de fora atinja o de dentro.
A beleza está nos que resultam as obras que eles podem fazer, ante a experiência que vivera profundamente, no mais íntimo do seu ser.

Um comentário:

Tio Patinhas disse...

"A beleza está nos que resultam as obras que eles podem fazer, ante a experiência que vivera profundamente, no mais íntimo do seu ser."
Mais uma vez eu digo, viva o hoje, não adianta mais ficar vivendo de passado e futuro. Passado e futuro só nos ajudará a conseguir essa beleza.